segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Memórias do Tico-Tico

Nada melhor que comemorar o Dia do Quadrinho Nacional (30 de janeiro) que ler estas publicações especialíssimas sobre a arte dos nossos maiores quadrinhistas.
Memórias d’O Tico-Tico: Juquinha, Giby e Miss Shocking, é um belíssimo álbum publicado em 2013 no volume 123 das Edições do Senado Federal, com pesquisa e texto Athos Eichler Cardoso.
O livro tem 210 páginas fartamente ilustradas com imagens raras do saudoso semanário infantil, uma das publicações mais longevas dos quadrinhos brasileiros, que apresentou a nata dos artistas daqueles anos pioneiros. Nesta edição, o foco é a obra de J. Carlos, especialmente aqueles que são tidos como os primeiros personagens infantis dos nossos quadrinhos: Juquinha (inspirado em Buster Brown, mas que ganhou identidade própria com o tempo), Miss Shocking e o famigerado Giby que, de tanto sucesso que fez, acabou por emprestar o nome à própria arte como um todo. Além da versão impressa, o livro está integralmente disponível para download gratuito no site da Livraria do Senado.
Aproveite a visita para obter, também gratuitamente, a versão virtual de As aventuras de Nhô-Quim e Zé Caipora: os primeiros quadrinhos brasileiros 1869-1883, volume 44 das Edições do Senado Federal, publicado em 2013. Este álbum de 202 páginas, também organizado por Cardoso, traz as duas principais histórias que o piermontês Angelo Agostini produziu para as revistas Vida Fluminense, Don Quixote e O Malho, sendo um dos primeiros exemplos da arte dos quadrinhos no mundo.
Ambas as edições impressas em acabamento de luxo valem muito a pena adquirir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário